Mangualde | Última hora

por Manuel Azevedo | 2017.04.01 - 12:56

Após concluídas com sucesso as negociações para a constituição da coligação local PSD/CDS com vista às eleições autárquicas de 1 de outubro próximo, resolveram os seus responsáveis encomendar uma sondagem à empresa norte-americana Gallup, no sentido de sopesar a mais valia do CDS na coligação, tendo em conta os resultados da consulta anteriormente feita pelo PSD, que foram catastróficos para os sociais democratas.

Coruja amiga, que é a minha fonte na coligação, confidenciou-me que os resultados da Gallup fizeram arregalar de espanto os olhos da direita mangualdense, que nem queria acreditar no potencial eleitoral que o CDS trouxe à coligação, invertendo por completo a tendência verificada na pesquisa anterior. O PS de João Azevedo, que se tinha aproximado dos 70%, ficaria agora abaixo dos 30%, enquanto a coligação ultrapassa os 65%, contra os pouco mais de 25% do PSD na anterior sondagem.

O quartel-general do PS/Mangualde, que também teve acesso a estes dados, esteve reunido durante a noite e madrugada para tomar medidas que contrariem o descalabro eleitoral que se anuncia.

Antes da reunião, João Azevedo terá declarado que, aconteça o que acontecer, jamais roubará e levará para sua casa caixotes de documentos da Câmara Municipal para impedir que os seus amigos deixem de pagar coimas, contra-ordenações e dívidas ao município.

Aguardam-se desenvolvimentos desta notícia durante o dia de hoje.