Mais meios e melhores condições para o Centro Hospitalar Tondela /Viseu

por Carlos Cunha | 2018.04.11 - 14:45

 

É com muita preocupação que assistimos hoje à reportagem que a RTP1 emitiu, nos vários telejornais, sobre o Centro Hospitalar Tondela Viseu, denunciando, através do Sindicato dos Médicos do Centro, graves problemas ao nível do estado obsoleto em que se encontra a máquina que efetua as mamografias.

O mamógrafo é uma máquina fundamental na realização de diagnósticos, tendo, por isso, um papel tão importante na prevenção.

As listas de espera para a realização de ressonâncias magnéticas levam dois anos, o que é absolutamente incompreensível.

Apesar de o défice estar controlado, e de Mário Centeno ser elevado à categoria de herói nacional da finança com o reconhecimento europeu, o certo é que os cortes não podem ser  feitos numa área tão essencial como a saúde, esperando que os equipamentos colapsem por estarem antiquados.

Existem também problemas acrescidos na oncologia, uma área muito exigente da medicina, que por falta de recursos humanos, atinge de forma direta inúmeros doentes que vêm a qualidade do atendimento a diminuir.

Um Hospital Distrital, ainda que do Interior, deve ter outra atenção da tutela afinal de que vale ter as contas em dia se a assistência na saúde nos falta.

Carlos Cunha é militante do CDS-PP de Viseu e deputado na Assembleia Municipal. Licenciado em Português/Francês pela Escola Superior de Educação de Viseu concluiu, em 2002, a sua Pós Graduação em Educação Especial no pólo de Viseu da Universidade Católica Portuguesa.

Pub