Concessão do estacionamento público em Viseu

por Carlos Cunha | 2017.04.04 - 10:01

 

 

A Autarquia viseense lançou recentemente um concurso público internacional, cujo prazo para a entrega de propostas termina a 11 de maio próximo, para a concessão, manutenção e exploração do estacionamento público na cidade de Viseu para os próximos 30 anos.

Vamos então começar pela parte boa do contrato de concessão:

·       Criação de 1667 lugares de estacionamento;

·       799 lugares de estacionamento instalados em parques;

·       315 lugares a criar em três parques a construir  pelo futuro concessionário;

O futuro dono da concessão do estacionamento público em Viseu terá, no entanto, de cumprir o seguinte caderno de encargos:

·       Entregar meio milhão de euros ao Município logo no início do contrato;

·       Entregar anualmente 20% das receitas brutas anuais provenientes dos parcómetros e da exploração dos parques de estacionamento;

·       Requalificar os parques de estacionamento do Mercado 21 de Agosto, do localizado em frente à Pousada de Viseu e de Santa Cristina, saiba o estimado leitor que não é o parque subterrâneo;

·       Instalar dispositivos eletrónicos que permitam o pagamento por Via Verde, desconheço em que parques é que isso vai acontecer;

·       Instalar dispositivos eletrónicos que permitam controlar os lugares de estacionamento disponíveis em tempo real;

·       Investir em iluminação LED;

 

Perante um caderno de encargos tão elevado e como não há almoços grátis, alguém vai ter de pagar a fatura, por isso, é com apreensão que encaramos o futuro do estacionamento em Viseu, ou alguém duvida que não haverá aumentos…

Carlos Cunha é militante do CDS-PP de Viseu e deputado na Assembleia Municipal. Licenciado em Português/Francês pela Escola Superior de Educação de Viseu concluiu, em 2002, a sua Pós Graduação em Educação Especial no pólo de Viseu da Universidade Católica Portuguesa.

Pub