Ainda as inundações em Viseu

por Carlos Cunha | 2019.09.02 - 13:50

O início da última semana de Agosto, em Viseu, ficou marcado pelas inundações e pela consequente polémica que estas geraram.

Uma quantidade invulgar de chuva abateu-se sobre Viseu num curto espaço de tempo, originando algumas inundações na cidade. Rapidamente a Freguesia de Viseu desculpou-se com as alterações climáticas. No entanto, como se verificou pelo comunicado subsequente emitido pela Freguesia os fenómenos meteorológicos anormais têm efetivamente parte da culpa, mas não lhes pode ser assacada toda a responsabilidade.

Há entidades (Junta de Freguesia e/ou SMAS) que são responsáveis pela limpeza das sarjetas e sumidouros. A Freguesia de Viseu, a maior de todo o concelho em população residente e uma das maiores em extensão territorial, apenas se responsabiliza pela limpeza das sarjetas de Marzovelos ao abrigo de um contrato concessão celebrado com o Município. Nenhuma oposição contra tal contrato, no entanto, qual a razão de ser Marzovelos e não ser Santiago, Esculca, Gumirães, Viso ou outro qualquer lugar pertencente à Freguesia de Viseu?

Por fim, valeram os bombeiros, que com profissionalismo e a prontidão de sempre fizeram o seu trabalho de socorro às populações e o de outras entidades, visto que, alguém se esqueceu de limpar previamente umas quantas sarjetas…

Carlos Cunha

(Foto DR)

Carlos Cunha é militante do CDS-PP de Viseu e deputado na Assembleia Municipal. Licenciado em Português/Francês pela Escola Superior de Educação de Viseu concluiu, em 2002, a sua Pós Graduação em Educação Especial no pólo de Viseu da Universidade Católica Portuguesa.

Pub