A novela da Empresa “Lamego Renova”

por Manuel Ferreira | 2016.10.31 - 07:30

 

 

Na última reunião de Câmara, o executivo foi confrontado com os Relatórios de Atividades e Contas de 2015 e 2016 da Lamego Renova. Dois documentos fastidiosos e sem novidades do ponto de vista do esclarecimento das dúvidas e alegadas suspeições que insistentemente o executivo vinha colocando ao Conselho de Administração.

Estamos a referir-nos, concretamente, à confirmação de que o Pavilhão Multiusos não foi entregue em condições de receção adequadas, mantendo-se uma obra inacabada, uma vez que se confirma que se realizaram obras de reparação do Pavilhão para as comemorações do 10 de Junho; à polémica que envolve a questão dos valores reclamados pelo BANIF;  às rendas pagas pelo Município ao abrigo de um contrato de arrendamento que não foi aprovado nem pelo executivo, nem pela Assembleia Municipal; a um empréstimo de MLP cujo objetivo não se percebe bem e ao diferencial existente entre a avaliação feita ao Pavilhão pelo perito e as contas apresentadas pela Lamego Renova.  Esta é, inclusive, uma reserva e uma posição adversa que o Revisor de Contas realça face à avaliação do património. O facto de a Comissão liquidatária ser constituída por elementos do Conselho de Administração da Lamego Renova parece-nos também ferida de clareza e rigor, colocando em causa a isenção e a imparcialidade. Pensamos existir, pois, uma incompatibilidade. Também as informações do Revisor Oficial de Contas (ROC) nada trouxeram de novo, mantendo as reservas já por nós conhecidas.

Assim, no interesse público e porque não se verificou uma total clarificação das nossas questões, mantivemos a coerência e posição de momentos anteriores sobre o mesmo assunto e votámos contra a aprovação daqueles Relatórios.

Manuel Ferreira tem 49 anos e nasceu em Lamego. Casado, dois filhos. É licenciado em Filosofia pela Universidade de Letras do Porto. Possui a Especialização em Administração e Gestão Escolar e é Mestre em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa.
Militante socialista desde 1996, foi membro da Assembleia Municipal de Lamego entre 1997 e 2001 e Secretário do Gabinete de apoio do pessoal do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lamego entre 2001 e 2005 e membro da Comissão Política durante vários anos.
Atualmente é Presidente da concelhia de Lamego do PS e membro da Comissão Política da Federação de Viseu.

Pub