A ecopista merecia mais…

por PN | 2018.06.29 - 15:31

 

 

… foi o título de uma crónica aqui publicada em 2016.

Hoje, 2 anos volvidos, continuamos a ter a mesma opinião agravada pelo desleixo a que a autarquia viseense a vota, na parte que lhe compete e respeita.

Esta sistemática incúria que encontramos nas mais diversas estruturas municipais parece ser a marca de água deste executivo, desatento, negligente e indiligente.

É chover no molhado falarmos da sua vocação para as promessas que se corporizarão no futuro; escrevermos sobre a sua inclinação festaroleira; reiterarmos a preocupante falta de obra concreta e palpável, em prol dos munícipes, na sua globalidade e não de esconsas faixas destes 100 mil utentes, que verdadeiramente é suposto terem uma centena de reais beneficiários, mormente na fileira dos vinhos.

A Aguieira é um matagal propício a uma combustão de danos inquantificáveis; as bermas da ecopista são descuradas – também os milhares de utentes deveriam ser mais zelosos de um espaço do qual usufruem; logo no início, quem deixa a Rua Azevedo Pinto Rijo e após passar o pontão, mais de 60 metros lineares de murete em pinho foram retirados.

Obra de vândalos? Provavelmente… Negligência da autarquia? Seguramente. Estes dois factores conjugados dão a real imagem do que se passa ali, no piso “bordeaux”, o referente ao traçado de Viseu e sua cabal responsabilidade. Foi para isto que serviu o Programa Polis?

A Ecopista merecia mais…