UTENTES DOS CENTROS LÚDICOS DE SERNANCELHE VÃO VER A REGATA DO DOURO VINHATEIRO

por Rua Direita | 2018.09.05 - 12:08

 

 

 

Numa iniciativa do Município de Sernancelhe e do CLDS-3G – Contrato Local de Desenvolvimento Social, cerca de duas centenas de utentes dos Centros Lúdicos do Concelho vão assistir, no dia 10 de setembro, na Régua, à Regata dos Barcos Rabelo no Douro Vinhateiro, iniciativa que assinala os 262 anos da criação da Região Demarcada do Douro.

 

Tendo como objetivo proporcionar a todos os utilizadores dos espaços recreativos e culturais de Sernancelhe uma jornada de descoberta do território duriense, a autarquia preparou um roteiro por vários concelhos do Douro, a começar, ao início da manhã, em Tarouca, com uma visita ao Mosteiro e Igreja de São João de Tarouca e, logo depois, uma passagem pelo Santuário de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego.

Pelas 15:30 horas os seniores de Sernancelhe assistirão à Regata do Douro Vinhateiro, que parte do cais da Barragem de Bagaúste, na Régua, com passagem por Armamar e Tabuaço e chegada ao Pinhão, no Concelho de Alijó.

Por fim, e já de regresso, tempo ainda para uma paragem no Museu do Vinho, em São João da Pesqueira, onde a história do vinho e da vinha demonstram a importância económica e cultural do Douro na região e no País.

Organizada pela Associação das Empresas do Vinho do Porto e Confraria dos Vinhos do Douro, a 1ª Regata do Douro Vinhateiro é um evento que assinala o dia 10 de setembro de 1757, quando Marquês de Pombal criou a Companhia Geral da Agricultura das Vinhas do Alto Douro, dando assim origem à primeira região demarcada do Mundo.

Considerado um acontecimento único, e de grande espetacularidade, a Regata recria o trajeto que os barcos rabelos faziam douro acima para levar as pipas de vinho até Gaia, onde  envelhecia, e de onde era depois exportado para todo o Mundo.

Memórias de um tempo que está ainda bem presente também nos utentes dos Centros Lúdicos do Concelho, que todos os anos, por altura do verão, seguiam a caminho do Douro para trabalharem arduamente, durante várias semanas, nas vindimas, nos exigentes socalcos daquela que é hoje paisagem mundial.

 

Paulo Pinto

Técnico de Comunicação

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub