Poluição no rio Balsemão – Lamego

por Rua Direita | 2018.08.08 - 12:47

 

“A água é um recurso insubstituível e fundamental para a vida humana e uma componente essencial dos ecossistemas naturais. A sua dinâmica de circulação impões regras de utilização criteriosas e medidas específicas de salvaguarda das suas características biofísicas.

O Núcleo de Lamego do Bloco de Esquerda está preocupado com alegadas descargas ilegais de efluentes efetuadas no rio Balsemão.
Este rio, que passa pela cidade de Lamego e desagua na margem esquerda do rio Varosa, infelizmente não parece ser exceção à poluição generalizada que se tem encontrado em cursos de água um pouco por todo o país, uma vez que nos últimos dias se verificaram alterações significativas nas características da água, observáveis pela cor acastanhada e pelo odor pérfido e nauseabundo, junto ao Bairro da Ponte – importante bairro histórico da cidade.

O Bloco de Esquerda esteve no local e pode constatar este facto no preciso momento em que estaria a decorrer uma descarga. Perante esta situação anómala, lamentável e preocupante, accionaram-se desde logo todos os meios de denúncia e formalizou-se uma queixa junto das autoridades competentes para que se proceda à análise da qualidade da água e à identificação do problema e da origem. Confirmando-se a situação de crime ambiental, lutaremos até às últimas consequências para que os autores sejam severamente punidos.
Desconfiando-se da insalubridade da água – e uma vez que poderá estar em causa, não só um crime ambiental mas também a Saúde Pública – apelamos ao Município Lamego para que, em conjunto com as autoridades de saúde, use os meios à disposição para diagnosticar e resolver o problema o mais rapidamente possível.
Por fim, recorda-se que esta questão da poluição no rio Balsemão e noutros cursos de água é já uma problemática recorrente no concelho, seja neste mesmo local (geralmente no Inverno), no rio Coura (mais evidente nas localidades de Medelo e Lages) ou em Cambres, onde aliás – ao que se sabe – já houve várias denúncias. É sabido que em questões de ambiente será sempre preferível prevenir do que remediar, mas o Bloco de Esquerda entende que estas situações de poluição, desrespeito pelo ambiente e degradação do património natural não podem ficar impunes.
Infelizmente aquilo que temos visto é que nem a justiça tem feito o seu trabalho nem a Câmara Municipal de Lamego tem estado muito interessada em resolver estes problemas.

O Núcleo Concelhio do Bloco de Esquerda Lamego”

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub