Operação Floresta Segura 2017

por Rua Direita | 2017.05.17 - 18:16

 

 

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realiza até dia 31 de outubro, em todo o território nacional, a operação Floresta Segura 2017, materializada em ações de patrulhamento, vigilância e fiscalização das zonas florestais, para prevenir e detetar a eclosão de incêndios, evitar comportamentos de risco e reprimir atividades ilícitas contra o património florestal.

Em apoio à Autoridade Nacional de Proteção Civil no combate aos incêndios florestais, a GNR empenha forças do Grupo de Intervenção, Proteção e Socorro (GIPS) em ações de primeira intervenção e através do seu Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA) garante a validação, medição das áreas ardidas e investigação das causas dos incêndios florestais, coordenando também  os meios afetos, de diversas entidades, empenhados em ações de vigilância móvel com vista a prevenção e deteção de incêndios.

A GNR tem ativa a rede nacional de postos de vigia, desde o dia 15 de maio até 30 de setembro, de acordo com as duas fases de empenhamento:

·         1.ª fase (Fase Bravo) – até 30 de junho;

·         2.ª fase (Fase Charlie) – a partir de 1 de julho (fase mais crítica da época de incêndios).

Na operação participam militares e civis das unidades territoriais e ainda de outras valências, nomeadamente da Unidade Nacional de Trânsito, da Unidade de Controlo Costeiro e da Unidade de Intervenção.

“A floresta é um património de todos e que a todos importa preservar.”

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub