Operação Censos Sénior 2017 – Resultados

por Rua Direita | 2017.04.05 - 10:28

 

 

A Guarda Nacional Republicana (GNR) realizou, durante todo o mês de março e em todo o território nacional, mais uma edição dos “Censos Sénior”, que visa identificar a população idosa que vive sozinha e/ou isolada, com o objetivo de atualizar os registos das edições anteriores e identificar novas situações. Durante a operação foram ainda realizadas diversas ações de sensibilização para que esta população adote comportamentos de segurança que permitam reduzir o risco de se tornarem vítimas de crimes, com especial enfoque na divulgação de conselhos de segurança relativamente à entrada em circulação no dia de hoje, 4 de abril, da nova nota de 50 euros, da série “Europa”.

Desde o ano de 2011, ano que que foi realizada a primeira edição da Operação Censos Sénior, que têm sido sinalizados cada vez mais idosos a viverem sozinhos e/ou isolados ou em situações de vulnerabilidade. Estes dados não refletem um aumento do número de idosos a viverem nestas situações, mas sim o facto dos censos sénior se constituírem como uma base de dados geográfica cada vez mais completa, potenciando assim um melhor apoio da GNR à nossa população idosa:

Na Operação “Censos Sénior 2017” foram sinalizados 45 516 idosos, dos quais:

  • 28 279 vivem sozinhos;
  • 5 124 vivem isolados;
  • 3 521 vivem sozinhos e isolados;
  • 8 592 não se enquadram nas situações anteriores, mas em situação de vulnerabilidade fruto de limitações físicas e/ou psicológicas.

 

As situações de maior vulnerabilidade foram reportadas às entidades competentes, sobretudo de apoio social, no sentido de fazer o seu acompanhamento futuro.

A GNR continuará, ao longo do ano, a acompanhar os idosos sinalizados, através de visitas regulares às suas residências, no sentido de realizar mais ações de sensibilização e fazer uma avaliação da sua segurança.

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub