Meu Eterno Fado, por Linda Leonardo… em Viseu, dia 16, na “Laurindinha”

por Rua Direita | 2019.02.11 - 12:11

No próximo sábado, dia 16, pelas 17H00, a fadista e poetisa Linda Leonardo vem de Lisboa, a convite de uma amiga e fadista da nossa terra, Carla Linhares, dar a conhecer o seu livro “Meu Eterno Fado“, da DG Edições, com prefácio de Tiago Torres da Silva.

Meu Eterno Fado” tem poemas que deram letras de fados tradicionais por Linda Leonardo e outros fadistas interpretados, “Para  música própria“, “Poesia livre” e um “capítulo” final de “Poemas dedicados” a pessoas de seus afectos.

O livro será apresentado pelo jornalista Amadeu Araújo e por Paulo Neto, editor da plataforma digital Rua Direita, na “Laurindinha“, atrás do Tribunal novo (Avenida da Europa), em Viseu.

A entrada é livre.

Convidamo-lo a estar connosco nesta tertúlia musical tão própria do ser e do sentir lusitano.

 

LINDA LEONARDO

Biografia

Linda Leonardo nasceu e vive para o fado. Desde muito cedo, desde os tempos de escola, é visível na fadista a paixão por este género musical e é por isso que, logo aos vinte anos, começa a actuar nas mais prestigiadas Casas de fado de Lisboa e também do Porto.

A cantar nas casas típicas, Casinos ou em espectáculos no estrangeiro, onde na década de noventa actuou para as comunidades portuguesas, o canto de Linda é sempre pleno de garra, cheio de sentimento, imenso de alma. Quando canta, não é só a limpidez quente da voz, a expressão concentrada, a postura sóbria, conferindo às palavras todo o relevo que o poeta lhes quis dar. É o que a Linda lhes acrescenta com a sua inspiração de intérprete. São as variações melódicas, as «nuances» muito dela, sem imitar ninguém, não se vislumbrando escola ou fonte inspiradora de nenhuma fadista anterior, porque a fonte é o seu próprio coração. Esta sensibilidade artística é completa, na medida em que, a toda esta envergadura de intérprete, alia a capacidade de escrever e compor excelentes letras e músicas.

Essa mesma alma fadista transparece nos discos que gravou. ‘’Podia ter sido amor’’, ‘’Nosso fado é sempre fado’’ ou nas participações que fez nos álbuns ‘’Lisboa em vários tons’’ e ‘’Saudades do fado’’. Este último, fruto da criação do Grupo ‘’Tertúlia de Fado Tradicional’’ com produção de Luís Penedo, Presidente da Academia do Fado e da Guitarra Portuguesa.

‘’Mistério de Fado’’ é sem dúvida a consolidação de vinte anos a cantar. O fado é um estado de alma, precisa de uma larga vivência e maturidade e de uma total entrega emocional que só agora Linda reconhece através do seu percurso de vida, e por consequência, no seu canto.

Tiago Torres da Silva/ Daniel Gouveia

Em 2010 abre o seu próprio Restaurante com fados, em Cascais. “Patio das vontades” onde permanece até 2014.

Em 2018 apresenta no Museu do Fado, o seu Cd “Eterno Fado” e o seu 1º livro de poesia e Letras de Fado com o Titulo “Meu Eterno fado”

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub