LAPA DO LOBO: ALDEIA CULTURAL

por Rua Direita | 2018.07.08 - 11:38

 

O ADN Cultural do interior está vivo!

 

A “Lapa do Lobo: Aldeia Cultural” decorrerá nos dias 20, 21 e 22 de julho, no coração da aldeia Lapa do Lobo, em Nelas. Co-organizado pela Fundação Lapa do Lobo e Contracanto Associação Cultural, dois agentes culturais da região e apoio da Câmara Municipal de Nelas, a Aldeia Cultural mostrará ao longo de 3 dias, de forma impressiva, como a cultura continua viva no interior de Portugal.
Este 1º encontro artístico será uma mostra, num fim de semana singular, do que se cria e vive ao longo dos 365 dias do ano numa aldeia do interior de Portugal, a aldeia da Lapa do Lobo, no Município de Nelas. Serão 3 dias com ADN cultural em que a renda de bilros, a cianotipia, a expressão musical e dramática, a dança, a tecelagem e o teatro, tão típicos da aldeia, serão transportados para oficinas participativas com teatro, cinema, fotografia e animação de rua. Um Programa com mais de meia centena de atividades que preencherá o coração dos Lapenses e de todos aqueles que decidirem participar e conhecer a Aldeia Cultural.

“NA LAPA DO LOBO FAZ-SE CULTURA TODOS OS DIAS”

O Presidente da Câmara Municipal de Nelas, José Borges da Silva, apresentou hoje, na Fundação da Lapa do Lobo, um dos eventos mais identitários em potencial criativo e comunitário que o Concelho de Nelas passa a oferecer todos os anos: o primeiro encontro artístico “ Lapa do Lobo – Aldeia Cultural“.
Maria do Carmo Batalha, vice-presidente do conselho de administração da Fundação Lapa do Lobo, definiu em conferência de imprensa, este primeiro encontro artístico como uma “grande festa da cultura” movida pelo “culminar da intensidade cultural” vivida na aldeia. E nesta grande festa da cultura, não poderiam faltar os amigos: “inúmeros artistas e entidades culturais, da região e não só, que têm vindo a desenvolver projetos em conjunto com a FLL e a Contracanto”.
Nos dias 20, 21 e 22 de julho, a Lapa do Lobo e os Lapenses vão estar de portas e braços abertos para receber todos aqueles que a queiram visitar!
Será uma oportunidade única para desmitificar a ideia pré-concebida de que o universo de uma pequena aldeia do interior do país é sinónimo de que nada acontece. Maria do Carmo Batalha concluiu afirmando que “ nesta aldeia, com cerca de 800 habitantes, faz-se cultura todos os dias”.

“UM EVENTO SINGULAR DE UMA ALDEIA ONDE AS PESSOAS SÃO OS ARTISTAS”

Rui Fonte é co-organizador deste encontro artístico. Define-o como uma “aventura com ousadia de fazer diferente do que se assiste no resto do país”. O evento é pródigo na singularidade de se fazer valer na “prata da casa, brilhando por si só e com o apoio de amigos da Fundação e dos habitantes da Lapa do Lobo”. Esta aventura artística, reunida num fim-de-semana único, promete ser um marco na confirmação da aldeia enquanto um espaço de cultura, “onde as pessoas são artistas e os lugares da Lapa do Lobo são verdadeiros salões de exposição”.

“UNIR VONTADES DE UMA PEQUENA ALDEIA NO INTERIOR DA BEIRA ALTA”

A aventura de uma iniciativa com o perfil desta numa aldeia como a Lapa do Lobo prova que “a interação entre os agentes culturais, o cimentar dos seus argumentos e o dar as mãos dos responsáveis pelos aparelhos culturais existentes é fundamental. É disso que transborda a filosofia deste primeiro encontro artístico: unir as vontades de uma pequena aldeia no interior da Beira Alta. Uma aldeia inteira em cada um, torna possível transpor barreiras, olharmos uns para os outros e para cada proposta cultural como única” afirmou António Leal, co-organizador e presidente da direção da Contracanto Associação Cultural. “Quanto mais unidos, mais força teremos” concluiu.
A Fundação Lapa do Lobo, entidade com objetivos culturais, educativos e de preservação de património, nasceu em 2007. Mais tarde, em 2014, foi constituída a Contracanto Associação Cultural, pilar de dinamismo cultural nas áreas da dança e teatro para crianças e jovens e que proporcionou um desenvolvimento cultural surpreendente nesta aldeia do interior de Portugal.

TRÊS DIAS COM ATIVIDADES GRATUITAS

Na Aldeia Cultural Lapa do Lobo todas as atividades serão gratuitas. O evento vive da vontade e talento de artistas ao longo de 3 dias, sublinhados pelo apadrinhamento de António Zambujo, que dará um concerto no Pátio da Fundação Lapa do Lobo, no dia 22 de julho, às 19.00.
A “Lapa do Lobo: Aldeia Cultural” não pretende ser um encontro artístico fechado em si. Com este evento, a Aldeia Cultural deixa a partir de agora de ser da FLL, da Contracanto e de todas as entidades da região para passar a ser de todos aqueles que a queiram conhecer, dela desfrutar ou até de nela viver.

+ informações:

https://www.facebook.com/lapadoloboaldeiacultural/
https://lapadoloboaldeiacultural.pt/

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub