IPV – Candidaturas Abertas ao Programa ERASMUS+ 2018/2019

por Rua Direita | 2018.03.04 - 18:47

De 5 a 29 de março

Candidaturas Abertas ao Programa ERASMUS+ 2018/2019

para Períodos de Estudo e de Estágio para Estudantes do IPV

 

Vão decorrer de 5 a 29 de março de 2018 as candidaturas ao Programa Erasmus+ 2018/2019 para períodos de estudo e de estágio para estudantes do Instituto Politécnico de Viseu (IPV).

Podem candidatar-se todos os seus estudantes dos cursos de CTeSP, licenciatura e mestrado a um período de mobilidade no ano letivo de 2018/2019. Os interessados poderão concorrer a um período de estudos numa das 92 instituições de ensino superior com as quais existe um acordo interinstitucional com o Politécnico de Viseu e que se encontram localizadas em 22 países: Alemanha, Áustria, Bélgica, Croácia, Dinamarca, Eslovénia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Irlanda, Itália, Letónia, Lituânia, Noruega, Polónia, Reino Unido, República Checa, Roménia e Turquia. Os estudantes têm ainda a oportunidade de se candidatarem a um estágio numa organização de um qualquer país europeu participante no Programa Erasmus+.

Releve-se que existe apoio financeiro, quer para os períodos de estudos quer para os estágios, que varia em função do país de acolhimento e da duração do período de mobilidade, que deverá ter no mínimo 3 meses e no máximo 12.

Os estudantes interessados podem formalizar a sua candidatura junto aos serviços de relações externas do IPV. Para o efeito, os alunos devem consultar a página http://www.ipv.pt/ri/erasmus.htm, onde se encontra disponível o guia do candidato que contem informação obrigatória relativa aos procedimentos e condições de candidatura, a lista das instituições parceiras e os critérios de seriação.

 

Ainda muito recentemente, o Politécnico de Viseu acolheu os alunos estrangeiros que vieram realizar um período de mobilidade ao abrigo do Programa Erasmus+ no ano letivo de 2017/2018. São mais de uma centena os alunos de 20 nacionalidades diferentes que escolheram a instituição para a realização de um período de estudos e/ou estágio e que fazem parte da comunidade académica da instituição.

Agora é a vez dos alunos do IPV participarem no Programa Erasmus+.

 

A melhor referência para as mais-valias de uma experiência internacional é o testemunho dos alunos que já participaram no programa Erasmus+:

“Há quem chame sorte, há ainda quem diga estar no lugar certo à hora certa. Pois eu digo ‘ Obrigada Programa Erasmus’. Proporcionou-me um emprego, que, no meu ponto de vista, foi o máximo que eu podia alcançar. Tenho saudades? Sim. É difícil? Claro! Vale a pena? Sempre!”

(Adriana Macedo | Ex-aluna do curso de Enfermagem da ES de Saúde de Viseu | Erasmus em Bruxelas, Bélgica)

 

“Que posso dizer mais sobre a minha estadia por lá? Tanta coisa! Tive um estágio fantástico e enriquecedor, conheci pessoas que ajudaram a que a minha passagem por lá ficasse para sempre na minha memória e que valesse a pena toda a distância a que estava de Portugal. Foi gratificante e sem dúvida que, se pudesse, repetiria! O conselho que posso dar é: vale a pena fazer Erasmus, sair da nossa zona de conforto e aventurarmo-nos.”

(Ana Raquel Martins | Ex-aluna do curso de Publicidade e Relações Públicas da ESEV | Erasmus em Praga, República Checa)

 

“Ao realizarmos um período de mobilidade Erasmus conseguimos distinguir o quanto Portugal tem de bom e de mau. Tem sido uma experiência única e gratificante, tanto a nível pessoal como profissional. Conhecemos pessoas de todo o mundo e convidamos todos os que gostam de aventura, natureza e desporto a visitar a Noruega.”

(Carolina Saúde e Cláudia Bronze | Ex-alunas do curso Engenharia Zootécnica da ESAV | Erasmus em Bodø, Noruega)

 

“Foram muitos os motivos que fizeram com que adorasse esta experiência, desde ter ido sozinha para um país estrangeiro, aprender uma nova língua, conhecer uma nova cultura, provar a deliciosa gastronomia local, conhecer uma nova cidade, trabalhar numa área bastante interessante, aprender uma nova profissão, até ter conhecido pessoas extraordinárias. Todos os dias aprendia ou visitava uma coisa nova. Foi um verão cheio de aventuras e de amizades, na verdade nunca me senti sozinha.”

(Marie-Line Pignier | Ex-aluna do curso de Turismo da ESTGV |

Erasmus em Alicante, Espanha)

 

“Apenas quem se aventura e se candidata ao Programa Erasmus+ sabe que é uma experiência “of a life time”. Assim sendo, esperamos que esta partilha daquela que foi a nossa experiência, e que por ter sido tão positiva, faça com que outros colegas ganhem motivação e agarrem esta oportunidade, para depois também eles poderem partilhar connosco a experiência/aventura.”

(Daniela Chaves e Gilberto Ramos| Ex-alunos do curso de Serviço Social da ESTGL | Erasmus em Salamanca, Espanha)

 

Perfil do estudante Erasmus e os benefícios do seu estatuto:

A Comissão Europeia fez recentemente um estudo sobre a implementação do programa Erasmus. A promoção da empregabilidade é em si um objetivo do programa Erasmus+. Os registos estatísticos demonstram claramente que um aluno que teve uma experiência de mobilidade internacional tem maiores possibilidades de conseguir um emprego. De registar que um diplomado que tem uma experiência Erasmus tem menos 83% de hipóteses de ficar desempregado quando comparado com alguém que não usufruiu de uma mobilidade internacional. Para além disso, os empregadores valorizam as competências adquiridas nestas experiências já que contam com colaboradores com maior capacidade de adaptação, autonomia para encontrar soluções, curiosos e confiantes.

 

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub