IPV associa-se à causa nacional da reflorestação

por Rua Direita | 2018.02.27 - 14:45

 

 

O Politécnico de Viseu levou a efeito no passado dia 23 uma sessão de reflorestação com árvores autóctones cedidas pelo Instituto da Conservação da Natureza e Florestas. O local escolhido para a plantação foi o cenário idílico da quinta da Alagoa, na Escola Superior Agrária de Viseu.

A comunidade do IPV juntou professores, funcionários e alunos pela causa nacional que a instituição abraçou. De enxada na mão e com a alma preenchida de espírito solidário, as dezenas de voluntários presentes calcorrearam as instalações da ESAV para plantar simbolicamente 50 árvores, que vão agora crescer e integrar a diversificada cobertura vegetal da quinta da Alagoa.

As instituições vivem sobretudo das causas que nos tocam e o Politécnico de Viseu não é alheio ao drama dos devastadores incêndios que em outubro passado transformaram milhares de hectares da região Centro numa paisagem desértica e calcinada. Com esta iniciativa, o IPV pretendeu associar-se ao grande desígnio nacional da reflorestação do País, um ato que simboliza em si a vontade do Homem e da Natureza em ultrapassar as situações mais adversas, restabelecendo o frágil equilíbrio ambiental. Um imperativo de cidadania, um legado geracional que se impõe.

 

 

 

Joaquim Amaral • Comunicação e Relações Públicas • IPV

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub