“Desviar as atenções é uma velha tática de tentar branquear o essencial e que está em causa”, afirma o PS Tondela acerca do PSD local

por Rua Direita | 2019.12.11 - 14:40

“Sem prejuízo de qualquer posição que a Comissão Política do Partido Socialista de Tondela venha a tomar, e tomará em tempo oportuno, acerca da acusação do Ministério Público aos atuais presidente e vice-presidente da Câmara Municipal, esclarece-se o seguinte:

O comunicado da estrutura concelhia laranja, datado do dia 7 de dezembro, não passa de uma ténue velatura que pretende esconder todas as “desgraças” que, nos últimos tempos lhe têm caído em cima, querendo evitar o inevitável – que a sua credibilidade se desmorone como um castelo de cartas!

Primeiro, porque não foi o PS que tomou uma posição, mas um vereador que, por solicitação de um órgão de comunicação social, foi desafiado a pronunciar-se.

Segundo, porque o PS não “proíbe” que os seus militantes ou autarcas se pronunciem sobre assuntos que lhes dizem respeito, ao contrário do que acontece noutros partidos, onde se impõem mordaças ao livre pensamento.

Terceiro, não é o PS, nem são os socialistas, que fazem julgamentos em praça pública, ao contrário dos exemplos, vindos de outros lados, bastando para isso reavivar a memória e buscar episódios tratados, por exemplo, em diversas sessões da assembleia municipal de Tondela, onde tantos “juízes” ditaram sentenças que se vierem a virar contra os próprios.

Quarto, esclarecer os redatores do comunicado que os propósitos do PS, neste caso do vereador que manifestou o seu entendimento, são os propósitos republicanos, que aqui se recordam: “os lugares públicos são efémeros e para servir”.

E querer comparar o desenvolvimento económico e social de Tondela, a um milagre partidário é o mesmo que dizer que o sol também nasce para os concelhos vizinhos e para o país, apenas porque o PSD de Tondela deixa! Desviar as atenções é uma velha tática de tentar branquear o essencial e que está em causa.

Espera-se que o apoio institucional que o PSD reserva aos seus eleitos, também se traduza em apoio político, não apenas a estes, mas a todos os outros que se encontram em situações parecidas.”

O vereador do Partido Socialista

Joaquim Santos

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub