Céu estrelado como nunca na 6ª Concentração de Telescópios

por Rua Direita | 2018.05.16 - 09:56

 

 

Noite e madrugada gélidas, quase glaciais, mas o céu, esse esteve verdadeiramente estrelado, à altura do sonho de qualquer astrónomo, que gosta dos céus claros, escuros e com pouca poluição luminosa para as observações perfeitas. Foi assim que esteve o céu visto do Santuário de S. Torcato, em Cabaços, Moimenta da Beira, na noite/madrugada de 12 para 13 de maio.

A foto de Pedro Borges Silva, um dos muitos astrónomos que participou na 6ª edição da Concentração de Telescópios, evidencia esse estado ‘ostentatório’ quase mágico, quase puro. À perfeição do céu juntou-se uma jornada de convívio e de troca de saberes, de vivências e conhecimento científico que nesta edição até bateu recordes absolutos: 109 telescópios presentes e 281 participantes ativos e fantásticos. É obra!

 

A Paulo Sanches se deve a excelência do evento que criou e de que é o dinamizador-maior. “Se existem concentrações de motas porque não a existência de uma concentração de telescópios?”, terá questionado Paulo Sanches quando começou a conceber a primeira concentração em 2009, no Clube das Ciências do Agrupamento de Escolas. A iniciativa progrediu, progrediu ao ponto de se tornar a maior do género em Portugal. Ao sucesso galopante, está ligada desde o início a Câmara Municipal de Moimenta da Beira, com empenho e sem olhar a meios.

Esta última edição prolongou-se por dois dias, pela primeira vez. No primeiro, sábado, 12 de maio, o programa contou com palestras e palestrantes, observação solar de dia, e, à noite, no monte de Cabaços, observação noturna do céu, e mais palestras e palestrantes. No segundo, domingo, 13 de maio, um passeio científico-cultural pelo concelho que começou com a inauguração da exposição “Céu e Mar”, uma mostra de fotografias astronómicas e subaquáticas de Pedro Ré, patente ao público no Salão Nobre dos Bombeiros Voluntários, até dia 30 de junho. Depois, foi a visita ao “Sistema Solar à escala do Concelho de Moimenta da Beira” com almoço em “Neptuno”, o último dos planetas principais, na praia fluvial de Segões. Seguiu-se nova visita, desta vez à Fundação Aquilino Ribeiro, em Soutosa, onde a comitiva assistiu ainda a um momento musical pela Orquestra “Cem Notas”, e onde terminou o evento com “Demo de Honra”.

A 7ª Concentração de Telescópios será realizada em 2020, com uma certeza: será ainda maior e terá ainda mais sucesso!

 

RBondoso

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub