BE questiona o Governo sobre a falta de condições da Linha do Douro

por Rua Direita | 2019.11.29 - 10:54

O Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda questiona o Governo sobre os problemas de funcionamento do ar condicionado das carruagens e sobre as formas previstas para solucionar o problema.

A Comissão Coordenadora Distrital de Viseu do Bloco de Esquerda já várias vezes denunciou os problemas com a Linha do Douro, que afetam as populações do Norte do Distrito e neste momento não têm fim à vista. Recentemente veio a público o cancelamento da eletrificação do troço entre Marco de Canaveses e Régua, previsto no Programa Ferrovia 2020 e cujo prazo de conclusão seria o final de 2020.

Nunca é demais salientar o papel fundamental da aposta na ferrovia para combater as assimetrias regionais e as alterações climáticas. O Bloco de Esquerda apresentou, ainda na Legislatura anterior, um Projeto de Lei que propunha um Plano Ferroviário Nacional, chumbado com os votos contra de PS, PSD e CDS e com a abstenção de CDU e PEV. Este plano propunha a ligação de todas as capitais de distrito à rede ferroviária nacional, onde destacamos a requalificação de toda a Linha do Douro (até Barca D’Alva) e daqui para Espanha.


A Pergunta:
Exmo. Senhor Presidente da Assembleia da República

A Linha do Douro é uma linha ferroviária que liga Ermesinde ao Pocinho, no concelho de Vila Nova de Foz Coa, numa extensão de 160 km. O papel desta ferrovia é essencial no dia-a-dia de milhares de pessoas abrangidas pela linha que não dispõem de alterativas de transporte viáveis.Têm existido vários constrangimentos no funcionamento da referida linha, em particular as que dizem respeito aos constantes atrasos e à sobrelotação de comboios na linha do Douro. A estas irregularidades acresce uma notória deterioração do material circulante que se evidencia deforma mais acentuada no agravado funcionamento dos sistemas de aquecimento e ar condicionado.

Recordamos que o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda questionou, em março de 2019, o Ministério do Planeamento e Infraestruturas sobre a modernização da Linha do Douro, onde colocava questões exatamente sobre as condições do material circulante e o funcionamento deficiente dos sistemas de aquecimento e ar condicionado. Sobre essa matéria, o governo não se pronunciou.

Na verdade, continuam a chegar ao Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda denúncias e queixas de utentes relativamente aos sistemas de aquecimento, o que torna as viagens mais desconfortáveis à medida que o tempo frio se aproxima. As carruagens utilizadas não estão claramente preparadas nem apresentam as condições necessárias de qualidade e conforto para as viagens efetuadas naquela região.

A Linha do Douro tem apresentado sucessivos problemas, não apenas no material circulante, mas também da própria linha e do atraso sucessivo nas obras de requalificação e eletrificação da linha. As desconfianças da população da região aumentam face às opções políticas que têm sido tomadas sobre este importante serviço público de transporte, nomeadamente no que concerne à degradação de frequências e da qualidade do serviço.

Atendendo ao exposto, e ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda vem por este meio dirigir ao Governo, através do Ministro das Infraestruturas e Habitação, as seguintes perguntas:

    1. Tem o ministério conhecimento da manutenção da situação do sistema de aquecimento das carruagens da Linha do Douro?


    2. Tem o ministério previstos investimentos para solucionar o problema, nomeadamente a substituição das carruagens? Se sim,quais os prazos?

ISABEL PIRES

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub