A Ecopista do Dão merece mais “carinho” e atenção…

por Paulo Neto | 2017.05.18 - 12:59

 

 

 

Considero a Ecopista do Dão uma obra das mais importantes feitas na nossa região, nos últimos anos.

Socialmente inclusiva – é para usufruto de todos; culturalmente determinante, no sentido lato de cultura física; turisticamente atraente pelos territórios que atravessa e paisagens que propicia, terá talvez mais utentes num ano que a cidade de Viseu tem de visitantes…

Por isso, urge não a descurar e fazer a sua manutenção regular e cuidada. O que não acontece, pelo menos nos trajectos que conhecemos, da responsabilidade do município de Viseu.

Desconhecemos os trajectos de Tondela e Santa Comba Dão, por isso sobre eles não emitimos opinião.

A vegetação invasiva das bermas e paredes gera perigos e serve de ninho a espécies de fauna importantes mas menos desejáveis, como os répteis ilustrados na imagem. Também as pedras na pista são perigosas para os utentes dos velocípedes. Pedras que escorregam, com a erosão, dos muros. Os apeadeiros estão descurados e aversivos e as estações de relaxe físico estão destratadas e ao abandono.

Santa Comba Dão tem 10.905 metros ao seu cuidado, iniciando-se junta à Foz do Rio Dinha, entre Mouraz e Nagosela e terminando no Vimieiro, antes do viaduto ferroviário da Linha da Beira Alta.

Tondela detém o mais longo traçado, com 19.570 metros de ecopista, iniciando-se a meio do túnel de Parada, após a estação da CP de Farminhão e concluindo-se ao km 37,5, junto a Nagosela.

Viseu tem no total 17.925 metros, iniciando-se junto à Ponte da Azenha, no Parque Urbano da Aguieira e tendo seu término a meio do túnel de Parada.

São mais de 48 quilómetros de Ecopista implantados na antiga Linha Férrea do Dão. Previamente inaugurada por Viseu no seu primeiro troço de 8 kms, em 2008, foi plenamente concluída em 2011.

Cada município tem pista de sua cor: Vermelho para Viseu; verde para Tondela e azul para Santa Comba Dão.

Esta obra é por demais importante e referencial para ser alvo de negligência e incúria. Repito, desconheço o estado da ecopista a cargo dos municípios de Tondela e Santa Comba Dão, mas os quase 18 kms de Viseu carecem de atenção, cuidados e rápida intervenção. Para bem de todos nós, seus utentes e apreciadores.

Uma referência para o excelente estado e aspecto do antigo apeadeiro de Figueiró, bem cuidado e com um bom e acolhedor café/esplanada, assim como adequado estacionamento.

(nota: as tmpics foram tiradas hoje de manhã e a foto da inauguração tem DR)